O ABC é campeão do primeiro turno do Campeonato Potiguar. O título veio com um empate em 1 a 1 com o América, na noite desta quinta-feira (10), no Frasqueirão. O Alvinegro assegura a vaga na decisão do certame e na Copa do Brasil 2023.

O Alvinegro conseguiu recuperar o meia Allan Dias em tempo para escalar o camisa 10 de início. Com isso, Jefinho perdeu a vaga de titular no time. No Alvirrubro, Allef apareceu deslocado na ala direita, com Juninho na cabeça da área. Na frente Elvinho, Wallace Pernambucano e Thiaguinho.
Fora do estádio Frasqueirão a Polícia Militar montou um grande esquema de segurança. O objetivo era evitar que houvesse confrontos nos arredores do estádio, uma vez que, dentro da praça esportiva apenas torcedores abecedistas tiveram acesso.
Aos 8 minutos veio a primeira boa jogada. Allef puxou para o meio e lançou na ponta para Elvinho. O camisa 7 apareceu nas costas da zaga e cruzou. A defesa abecedista apareceu pra cortar em direção ao escanteio. A resposta veio no lance seguinte. Bruno Pianissola cortou o cruzamento e a bola caiu nos pés de Kelvin. O atacante chutou e o zagueiro americano salvou em cima da linha.

A partida era disputada numa velocidade incrível com opções ofensivas para os dois lados. No América Elvinho ditava o ritmo. No ABC, Kelvin era o nome da agilidade.
Aos 15 minutos o América perdeu seu principal jogador. Wallace Pernambucano, que entrou para jogar no “sacrifício”, não aguentou e foi substituído. A mudança desorganizou o time americano. Por outro lado, o ABC não soube aproveitar o momento e caiu de produção.
Foi aí que o contra-ataque americano contou com a colaboração de dois vacilos do ABC. Primeiro Ítalo Henrique errou ao tentar o corte. William Marcilio partiu em direção ao gol e cruzou. Felipinho tentou cortar e deixou Thiaguinho com a “faca e o queijo” para marcar o gol do América.
O tento americano desestruturou o Alvinegro de vez. O time de Moacir Júnior tinha a posse de bola, mas não sabia o que fazer com ela. Sumido em campo, Allan Dias não era nem o “falso 9”, nem o camisa 10 que o time precisava. Com isso o primeiro tempo terminou 1 para o América, zero para o ABC.
O Alvinegro mudou para a segunda etapa. Thalyson entrou no lugar de Ítalo Henrique. O ABC foi para cima do América e com 5 minutos de bola rolando empatou. Allan Dias fez de cabeça após escanteio cobrado por Wallyson.
O time americano não sentiu o gol e dominava o segundo tempo. A equipe comandada por Leandro Sena acuou o ABC no campo de defesa.  chegou algumas vezes com perigo na área dos donos da casa, mas quando venceram o sistema defendivo, não conseguiram mais passar pelo goleiro Pedro Paulo, que realizou uma grande apresentação. e foi o responsável pela pressão alvirrubra não surtir o efeito desejado pelo treinador Leandro Sena. Com o empate por 1 a 1  o título ficou mesmo nas mãos dos abecedistas, que realizaram a melhor campanha na Copa Cidade do Natal e com a liderança conquistaram as vantagens de jogar em casa e pelo empate.

Fonte: Tribuna do Norte

Foto: Adriano Abreu