O Brasil acabou sua participação nas Eliminatórias da Copa, na América do Sul, com chave de ouro. A equipe que atuou muito modificada, sofreu um pouco com os efeitos da altitude, mas com bastante atitude goleou a Bolívia em La Paz. Os números mostram uma campanha quase perfeita, os brasileiros atingiram a marca dos 45 pontos, bateram o aproveitamento de 88%, e superaram a campanha realizada pela Argentina em 2002, quando os rivais estabeleceram a marca de 43 pontos ganhos. 

Juntos com os comandados de Tite, também carimbaram passagem de forma direta para o Catar a Argentina, Uruguai e o Equador, respectivamente segundo, terceiro e quarto colocados. O Peru após bater o Paraguai por 2 a 0, garantiu a quinta vaga, mas terá de disputar um jogo extra contra um selecionado asiático para saber qual deles irá disputar a fase de grupos do Mundial.
Dentro da equipe que atuou diante dos bolivianos houve um jogador que obteve uma vitória pessoal, Richarlison que fez seu 13º gol em 34 jogos pelo Brasil na goleada por  4 a 0, com mais essa atuação praticamente carimbou sua presença na lista final de Tite, uma vez que vem correspondendo às expectativas do treinador.
Esse confronto teve um significado importante também porque mostrou a superação dos brasileiros que até aqui,  jogou nove vezes em La Paz e até o duelo desta terça-feira, haviam conseguido balançar as redes dos bolivianos nove vezes. Agora a seleção de Tite abusou na goleada. Apenas em duas oportunidades na história desse confronto a Seleção Brasileira deixou a serra sem sofrer gol: no 0 a 0 em 2017 e nos 4 a 0 em 2022. 
Esse jogo apesar de ter fechado a tabela das Eliminatórias, não foi o último jogo do Brasil dentro da competição. Isso pelo fato de a FIFA ter determinado que Brasil x Aregentina realizassem um novo confronto, para pagar a partida que não terminou em 5 de setembro do ano passado. 
O problema ocorreu quando a Anvisa acusou quatro atletas argentinos de descumprir a quarentena contra a disseminação do coronavírus e prestaram declarações sanitárias falsas. Três deles estavam em campo quando a partida começou. A Conmebol acabou suspendendo o jogo.
As negociações entre Fifa, CBF e AFA estão em andamento e, provavelmente esse novo confronto seja realizado na Austrália, já aproveitando uma data quando as duas seleções realizariam um jogo amistoso. Natal concorreu como sede para esse novo confronto, mas disnte do calendário estabelecido para seleção, é muito difícil da partida ocorrer no Brasil.

Fonte: Tribuna do Norte

Foto: Lucas Figueiredo